Fala.BR
VLibras O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

A quebra de recorde na movimentação de cargas no ano passado no Porto de Vitória teve a contribuição de alguns itens, que atingiram percentuais significativos numa comparação com 2020. São eles: produtos siderúrgicos, de 2.502/t para 371.825/t (+14.762,64%); carvão mineral, de 123.160/t para 357.342/t (+193,39%); veículos, de 23.325 unidades para 49.334 (+111,51%); adubos e fertilizantes, de 917.576/t para 1.074.765 (+17,13%).

Em 2021, 818 embarcações atracaram no Porto de Vitória, 19,24% maior que no anterior que registrou 686 navios. A maioria foi de longo curso (53,89%), à frente da navegação de cabotagem (46,11%). O desembarque de carga atingiu 53,59% e o embarque 46,41%. Os dados são da Coordenação de Planejamento e Desenvolvimento (Coplad) da CODESA.

A CODESA abriu o ano com a confirmação de que, em 2021, houve quebra de recorde na movimentação de carga do século: 8,223 milhões/t, superando 2011, então o melhor ano com 8,113 milhões/t.

Coordenação de Comunicação da CODESA

Galeria

VTMIS

Conheça o Sistema de Informação e Gerenciamento do Tráfego de Embarcações (VTMIS)

Acesse agora
Video

Saiba mais sobre o Porto de Vitória