Fala.BR
VLibras O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Observando a importância da segurança dos trabalhadores portuários e do patrimônio público, a CODESA finalizou as obras de contenção de deslizamento de terra e rochas no Cais de Atalaia. As intervenções foram realizadas em três pontos ao longo do cais. Em um dos setores, o trabalho principal foi a demolição de um muro antigo que oferecia riscos para a área de aguardo de serviço, onde ficam trabalhadores. Além disso, foi construída uma escada hidráulica, tipo de estrutura que direciona água da chuva para determinado local, a fim de agilizar a drenagem, evitando que o solo fique encharcado.

Já nos outros dois setores foram usadas técnicas diferentes. As equipes furaram as rochas e realizaram o grampeamento e fixação de telas, para impedir possíveis rolamentos de pedras. De acordo com o engenheiro da CODESA, responsável pelo acompanhamento da obra, João Luiz Zaganelli, a segurança foi a maior preocupação para a execução das intervenções. “Os serviços são de extrema importância pois trazem melhorias no ambiente portuário e geram segurança aos trabalhadores e usuários que operam nos berços”. As obras duraram oito meses e foi custeada com recursos próprios da Companhia Docas.

Colmeia

Durante os serviços no Cais de Atalaia, os trabalhadores tiveram uma surpresa: foi encontrada uma colmeia de médio porte no tronco de uma árvore. Visando a segurança das abelhas e dos operários, a CODESA contatou um apicultor para realizar a retirada do abrigo dos animais e posterior encaminhamento para um lugar preservado. 

 

Coordenação de Comunicação da CODESA

Galeria

VTMIS

Conheça o Sistema de Informação e Gerenciamento do Tráfego de Embarcações (VTMIS)

Acesse agora
Video

Saiba mais sobre o Porto de Vitória