Fala.BR
VLibras O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Contribuindo mais uma vez com a cidade e seus moradores a CODESA cedeu uma área de 520m², localizada em frente a escadaria do Palácio Anchieta, para construção da baia de ônibus e novos abrigos para os passageiros. O recuo terá capacidade para atender até cinco coletivos ao mesmo tempo, colaborando para a melhoria do trânsito local.

A obra está sendo feita pelo governo do Estado e faz parte do projeto de mobilidade urbana denominado Projeto Viário do Portal do Príncipe. A previsão é que as intervenções terminem em novembro deste ano.

Segundo o coordenador de Obras e Manutenção, Ednaldo Lepaus, com a construção do novo ponto de ônibus, as paradas para embarque e desembarque passageiros deixarão de ser feitas na pista de rolamento, como ocorre hoje, desafogando o tráfego.

“O trânsito na região terá mais fluidez”, destaca Lepaus. O coordenador representa a CODESA junto à equipe de trabalhadores contratados pelo Estado, acompanhando passo a passo e contribuindo para facilitar a mobilização do canteiro de obras dentro da área do Porto.

Cabe destacar que as características construtivas originais do muro e da grade que delimitam o Porto com a avenida serão mantidas conforme os padrões originais, preservando o conjunto arquitetônico originalmente construído, mesmo após as intervenções.

Portal do Príncipe

 As obras fazem parte do complexo viário do Portal do Príncipe, cujo objetivo é melhorar o trânsito na chegada de Vitória, pelos acessos sul: as pontes Florentino Avidos (Cinco Pontes) e do Príncipe (Segunda Ponte).

Dentre os beneficiados está o Porto de Vitória. O projeto contempla acesso especial para os caminhões que entram e saem do Cais, que poderão trafegar 24h por dia, sem prejuízos à mobilidade urbana.

 

 Coordenação de Comunicação da CODESA 

 

Galeria

VTMIS

Conheça o Sistema de Informação e Gerenciamento do Tráfego de Embarcações (VTMIS)

Acesse agora
Video

Saiba mais sobre o Porto de Vitória