Publicada em 22/06/2006

Os rumos e a importância da logística para o desenvolvimento do Espírito Santo e do brasil foram debatidos nesta quarta-feira em mais um seminário da série "A Força do Espírito Santo". O sócio-diretor da Estrategy Consultores Associados, Marcus Nagel foi o palestrante do dia.

Durante a exposição, Marcus Nagel explicou que "a infra-estrutura brasileira é deficiente e onerosa". Ele afirmou que isso gera o chamado Custo brasil, que tira a competitividade dos produtos nacionais. O palestrante disse também que a infra-estrutura é determinante para a expansão e para o desenvolvimento.

Nagel disse ainda que os portos brasileiros estão desaparelhados. "Isso é problemático, já que mais de 90% de nossos produtos são exportados por nossos portos". Ele defendeu a privatização dos portos estatais. "Isso daria mais competitividade". E reclamou que o excesso de burocracia também atrapalha a logística brasileira.

Após a palestra, foi feita uma mesa-redonda que contou com a participação do secretário de Estado de Projetos Especiais, William Galvão; do diretor-presidente da Codesa, Henrique Germano Zimmer; do diretor de operações do Terminal de Vila Velha, Anderson Carvalho; e do gerente de administração portuária do Terminal de Produtos Siderúrgicos de Praia Mole, José Pedro Oliosi. No final do seminário, ainda foi feito um debate entre os membros da mesa e a platéia.

O Projeto

O projeto "A Força do Espírito Santo" tem como objetivo promover ações concretas de desenvolvimento sustentável para o Espírito Santo. Além disso, há a intenção de criar um espaço interativo entre profissionais, prestadores de serviços, fornecedores e investidores, oportunizando intercâmbios, negócios e novos conhecimentos para a consolidação do desenvolvimento econômico. (Fonte: Site da Rede Gazeta de Comunicações / Abdo Filho)

Galeria