Brasil
VLibras O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Seguindo a proposta de contribuir com a revitalização do Centro da cidade e, literalmente, proporcionando mais espaço para a população ver como funciona o cais, o Porto de Vitória concluiu nesta segunda-feira (29), a demolição do anexo construído nos anos 1990, que ficava entre os antigos armazéns 4 e 5, no Cais Comercial de Vitória. A última parede caiu. Agora começa o trabalho de limpeza.

Quem passar pela Avenida Getúlio Vargas, na capital, já perceberá uma grande diferença na paisagem local. Uma área aberta, com 1.000m lineares, integrando porto e cidade. Este processo faz parte do projeto de reestruturação dos armazéns 4 e 5, que em breve, voltarão às condições originais.

O novo espaço terá um gradil, com visão aberta para o Cais, limitando a calçada e a retroárea do porto.  O local, de 1.000m², receberá um piso especial, seguindo o padrão já existente no Cais, e será utilizado para atividades portuárias, informou o engenheiro da CODESA, responsável pela fiscalização da obra, Thiago Nespoli. 

O piso do novo espaço operacional, com capacidade de 3tf/m², será feito em bloco de concreto intervalado, seguindo o atual padrão dos berços. Já o fechamento para a rua terá gradil idêntico ao já existente no Cais. A obra custará R$ 540 mil e está sendo realizada com recursos próprios da CODESA. 


Coordenação de Comunicação da CODESA

 

Galeria

VTMIS

Conheça o Sistema de Informação e Gerenciamento do Tráfego de Embarcações (VTMIS)

Acesse agora
Video

Saiba mais sobre o Porto de Vitória