Brasil
VLibras O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Após o bom resultado na vacinação no Cais Comercial, com a imunização de 586 pessoas em Vitória, a CODESA, em parceria com o Órgão Gestor de Mão de Obra (OGMO), o Terminal Portuário de Vila Velha (TVV) e a Prefeitura Municipal, realizou nesta segunda (27) e terça-feira (28) a segunda etapa da vacinação contra a gripe H1N1. Desta vez em Capuaba, Vila Velha, e só no primeiro dia foram atendidos 490 portuários. No segundo foram 681 pessoas imunizadas, totalizando 1.757 pessoas vacinadas nas duas campanhas realizadas nos terminais do Porto de Vitória.

A prefeitura disponibilizou 1.000 doses para a comunidade portuária. A vacinação foi realizada às 8h às 15h, nesses dois dias. Os postos de atendimento foram montados na portaria do Cais de Capuaba para a comunidade portuária. Mas como nesta segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação também foram incluídos os trabalhadores de transportes e caminhoneiros, estes acabaram sendo atendidos porque acessam regularmente o porto.

Covid-19

Apesar da campanha de vacinação ser contra a gripe Influenza, o coordenador de Meio Ambiente e Segurança do Trabalho da CODESA,  Eduardo Barbosa explica que a imunização contra a gripe tradicional reforça a prevenção ao coronavírus: “A partir do momento que uma pessoa se vacina contra a Influenza, ela não estará imune ao coronavírus, mas terá reforçada sua imunidade, o que reduz os casos suspeitos de Covid-19”, explica.

Eduardo Barbosa esclarece, ainda, que a pessoa suspeita de contaminação pelo coronavírus pode acabar ocupando um leito hospitalar reservado para pacientes da Covid-19, prejudicando, assim, o atendimento daquelas que precisam de internação e/ou se encontram em estado grave de saúde.

 

Coordenação de Comunicação da CODESA

Galeria

VTMIS

Conheça o Sistema de Informação e Gerenciamento do Tráfego de Embarcações (VTMIS)

Acesse agora
Video

Saiba mais sobre o Porto de Vitória